TSE

Nem denúncia muda absolvição no TSE, diz série de notas no Painel da Folha

Vapt-vupt No Judiciário, a avaliação é que a solução por absolver Dilma Rousseff e Michel Temer no TSE ficou ainda mais consolidada no fim desta semana. A aposta é por um desfecho rápido.

Firme Integrantes de cortes superiores avaliam que nem a provável denúncia da PGR contra o presidente seria capaz de alterar o entendimento dos ministros do TSE.

No forno

Falta bem pouco para a Procuradoria-Geral da República apresentar denúncia contra o presidente Michel Temer ao Supremo Tribunal Federal. Os procuradores não vão esperar a perícia do áudio do encontro do peemedebista com o empresário Joesley Batista para protocolar o documento.

Segundo os procuradores que estão no caso, será uma denúncia duríssima, que complicará o presidente no momento em que será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O depois

Após receber a denúncia contra o presidente Michel Temer, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato, deverá encaminhá-la para a Câmara dos Deputados, que analisará sua admissibilidade. Se aprovada por dois terços da Casa, o assunto voltará ao STF.

Caçador

Fachin tem dito que costumava matar um “leão por dia”. Agora, dada a quantidade de trabalho em seu gabinete, afirma ser “um leão a cada meia hora”.

Equilibrista

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, já deu sinais de que vai apresentar a denúncia do STF aos deputados rapidamente, diferentemente do que faz com os pedidos de impeachment contra Temer. Sabe que a pressão será enorme e travar essa discussão seria fatal para sua carreira.

Tô fora

Maia sabe que para ter chances numa eleição indireta à Presidência não poderá se posicionar contra a Lava Jato, na qual é investigado. Ele, por exemplo, não compareceu à posse do ministro da Justiça, Torquato Jardim, que faz críticas à operação.

Deixe um Comentario