Reforma Trabalhista

Coluna Poder em jogo no Globo entrevista Kátia Abreu sobre reforma trabalhista

Como empresária do agronegócio, a senhora acha que a reforma trabalhista contempla o setor rural?

Acredito que não. Estão pensando o Brasil como um Grande ABC paulista, região que tem trabalhadores politizados e sindicatos fortes.

Pode citar algum exemplo que leve a essa conclusão?

O intervalo para almoço de 30 minutos é um exemplo. É pouco para um trabalhador com esforço físico contínuo.

Outro ponto é o aumento da carga de trabalho sem autorização do ministério. E a coluna? e a saúde? Depois é o SUS que vai pagar a conta, e o dinheiro é público.

Deixe uma resposta