Lava Jato

Mônica afirma que Pimentel carregou R$ 800 mil é o título de matéria no Globo

O atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, teria levado pessoalmente para a empresária Mônica Moura uma mala de dinheiro com R$ 800 mil, num voo de São Paulo (SP) para Belo Horizonte (MG) em fevereiro de 2013, quando era ministro do Desenvolvimento. O dinheiro seria referente a dívidas da campanha de Patrus Ananias para a prefeitura da capital mineira do ano anterior. A defesa de Pimentel diz que as acusações são mentirosas.

Pimentel, em uma ocasião, levou pessoalmente cerca de R$ 800 mil em espécie, em uma mala, para Mônica Moura em São Paulo, que a recebeu em mãos. Mas Mônica ponderou com Pimentel que não tinha meio seguro de transportar este dinheiro para Belo Horizonte, onde tinha pagamentos da campanha a saldar. Fernando Pimentel, então, se dispôs a transportar o dinheiro em espécie de São Paulo para Belo Horizonte. Ela soube que Fernando Pimentel levou os R$ 800 mil em um avião particular, de São Paulo a Belo Horizonte”, diz o relatório que traz as declarações de Mônica Moura.

André Santana, funcionário do casal, contou que coube a ele levar a mala de volta a Pimentel para que o então ministro embarcasse para Belo Horizonte.

O advogado Eugênio Pacelli, que defende Pimentel, disse que não comentará “tentativas exitosas de delatores em se verem livres de suas responsabilidades, por meio de mentiras desprovidas de qualquer elemento de prova”.

Ministro de Estado conduzindo mala de dinheiro pessoalmente? Não havia ninguém para fazer isso? Francamente! — afirmou Pacelli.

Os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Gleisi Hoffmann (PTPR) também foram acusados. A empresária disse ter recebido R$ 200 mil de um funcionário da OAS dentro da casa de Lindbergh. O recurso seria parte do caixa dois de um programa do PT fluminense, em 2013. No caso de Gleisi, Mônica disse ter recebido dinheiro em espécie de uma secretária de confiança da senadora e de um advogado que atuou na campanha dela para o governo do Paraná em 2014. Os dois senadores dizem que as acusações são falsas.

Conteudo originalmente postado no Portal :

Deixe um Comentario