Noticias

Brasil tem 12 novos bilionários, segundo a ‘Forbes’, diz o Globo

Após perder bilionários na lista de 2016, o número de grandes fortunas brasileiras no ranking da revista “Forbes” voltou a subir. Entraram 12 membros no grupo, segundo a lista divulgada ontem, somando 43 integrantes. Ainda assim, o número ficou abaixo dos 54 registrados no ranking de 2015. O que não muda é o poder da fortuna do americano Bill Gates. Apesar dos altos e baixos para alguns de seus colegas, o cofundador da Microsoft ainda é o homem mais rico do mundo.

Bill Gates lidera a classificação pelo quarto ano consecutivo — e pelo 18º ano dos últimos 22 —, com uma fortuna pessoal de US$ 86 bilhões.

O Top 5 do Brasil é encabeçado pelo megainvestidor Jorge Paulo Lemann; o banqueiro Joseph Safra; Marcell Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, parceiros de Lemann no 3G Capital; e Eduardo Saverin, brasileiro cofundador do Facebook.

Na lista deste ano, o número de bilionários no mundo subiu 13% na comparação com o ano passado, com 2.043 pessoas, um recorde. O patrimônio do grupo aumentou 18% e representa US$ 7,67 trilhões de dólares. Os Estados Unidos permanecem como o país com o maior número de bilionários em dólares, com 565, à frente da China (319, aos quais podem ser adicionados 67 de Hong Kong), Alemanha (114) e Índia (101). TRUMP CAI 220 POSIÇÕES O segundo colocado no ranking é um grande amigo de Bill Gates, o investidor americano Warren Buffett, com um patrimônio avaliado em US$ 75,6 bilhões. O guru das finanças, que fez sua fortuna à frente da holding Berkshire Hathaway, subiu do terceiro para o segundo lugar na lista.

Logo depois aparece o presidente e fundador da gigante da internet Amazon, Jeff Bezos, que detém quase 17% do capital de seu grupo, que não para de diversificar os ramos de atuação, e atualmente vale mais de US$ 400 bilhões em capitalização. Estimulado pela euforia da Bolsa de Nova York e por um crescimento constante, a ação da Amazon subiu, aumentando a fortuna pessoal de Jeff Bezos em 61% em apenas um ano, para alcançar o total de US$ 72,8 bilhões.

Outro avanço impressionante é o do presidente e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, quinto da lista, com um patrimônio de US$ 56 bilhões.

O mexicano Carlos Slim, do setor de telecomunicações e que já foi o homem mais rico do mundo, caiu para o sexto lugar com uma fortuna de US$ 54,5 bilhões. Esta é a primeira vez que ele fica fora do Top 5 em 12 anos.

Entre os bilionários da antiga economia, o presidente dos EUA, Donald Trump, amargou uma queda de 220 posições em relação ao ano anterior. Agora, ele aparece na 544ª posição, com uma fortuna de US$ 3,5 bilhões. O magnata já criticou diversas vezes a avaliação de seu patrimônio por parte da “Forbes” porque considera que não reflete o valor da marca Trump.

Conteudo originalmente postado no Portal :

Deixe uma resposta