Noticias

Ciro usa convenção do PDT para atacar Doria, diz o Estadão

Pré-candidato à Presidência em 2018, o ex-ministro Ciro Gomes criticou ontem João Doria (PSDB) e disse preferir o deputado federal Jair Bolsonaro (PSCRJ) como presidente do Brasil ao prefeito de São Paulo, a quem chamou de “farsante”.

Prefiro mil vezes, discordando de tudo como eu discordo do Bolsonaro, um cara como ele do que um farsante como o Doria. Se apresentar como ‘não político’ tendo sido chefe da Embratur no governo (José) Sarney e tendo enriquecido bastante fortemente com dinheiro público dos governos do PSDB”, afirmou o ex-ministro após a convenção nacional do PDT. Ele disse ainda sentir “vergonha” pelo fato de Doria ser prefeito de São Paulo.

Desequilíbrio’. Por meio de sua assessoria, o tucano afirmou que o ex-ministro foi desrespeitoso com a população e confirmou “sua instabilidade emocional e desequilíbrio político”.

O ex-ministro Carlos Lupi foi reeleito presidente nacional do PDT, cargo que ocupa desde 2004. Ciro foi escolhido primeiro vice-presidente da legenda.

Deixe uma resposta