Noticias

Leilão de aeroportos é teste para Temer, diz o Valor

Pelo menos quatro grupos devem entregar hoje propostas para o leilão de quatro aeroportos à iniciativa privada: Fortaleza, Salvador, Porto Alegre e Florianópolis. Desistências de última hora reduziram a lista de pretendentes. A última baixa ocorreu na sexta-feira: a espanhola OHL, que tinha planos de voltar ao Brasil e estudava entrar com a Korea Airports Corporation (KAC) e a construtora Rio Verde, resolveu não apresentar ofertas.

Apesar dos riscos apontados pelo mercado, o governo Temer está confiante no sucesso da licitação e aposta que nenhum dos ativos ficará sem interessado. A expectativa é que ocorram lances com valores menores que os registrados no passado e ágios relativamente modestos. O valor mínimo de outorga chega a R$ 3,01 bilhões.

Dois consórcios com empresas alemãs são tidos como presença certa: a Avialliance fez parceria com o Pátria Investimentos e a Fraport pretende entrar na disputa com a construtora CR Almeida. Outros dois estrangeiros devem participar, a suíça Zurich e a gigante francesa Vinci Airports.

Deixe uma resposta