Noticias

Livro de Eduardo Cunha assinado por pseudônimo será lançado dia 27, diz nota no Lauro Jardim no Globo

O LIVRO DO ‘CUNHA’ 1

Chega às livrarias no dia 27 “Diário da cadeia”, assinado por ninguém menos que Eduardo Cunha. Mas à moda de Elena Ferrante, pseudônimo de uma escritora italiana de quem ninguém sabe o verdadeiro nome, o livro foi escrito por um autor secreto. A Record, por contrato, não divulgará o seu nome. De modo intencional, a editora embaralha a realidade e estampa na capa uma referência ao livro que Cunha (o verdadeiro) prometeu escrever na cadeia, intitulado “Impeachment”.

O LIVRO DO ‘CUNHA’ 2

Michel Temer obviamente é personagem destacado do livro. Eis um trecho: “Acho que o presidente em exercício (que só está lá porque eu iniciei o processo de impeachment) está tentando se proteger porque eu convoquei ele como minha testemunha. É uma característica de Michel Temer: sempre que se vê ameaçado, ele divulga alguma coisa: um WhatsApp, uma carta, até poesia o sensível faz!”

Governo deixa Meirelles sozinho na defesa da Reforma da Previdência, diz nota no Lauro Jardim no Globo

Cadê os outros?

O governo deixou Henrique Meirelles sozinho na arena defendendo a Reforma da Previdência.

Deputados planejam PEC da Vaquejada, diz nota no Lauro Jardim no Globo

Libera aí

Um grupo de deputados quer enxertar uma emenda na PEC da Vaquejada, que deve ir contra decisão do STF e constitucionalizar a vaquejada como manifestação cultural. Além do rodeio, essa turma quer que a rinha de galo também entre para a Constituição.

Conteudo originalmente postado no Portal :

Deixe uma resposta