Noticias

Dólar tem queda de 1,59%, a R$ 3,145, com dado dos EUA, diz O Globo

Bolsa de São Paulo avança 0,35%, na primeira alta depois de quatro pregões de recuo

Após fechar em R$ 3,19 na véspera, o dólar comercial registrou ontem queda de 1,59%, a R$ 3,145. Esse recuo, segundo analistas, deveu-se a dados dados que trazem impacto para a política monetária de Estados Unidos e Brasil. No mercado acionário, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) teve sua primeira alta em cinco pregões: 0,35%, aos 64.809 pontos.

Nos EUA, o índice de desemprego recuou em 0,1 ponto percentual, para 4,7%, em fevereiro. Foram criadas 235 mil vagas, acima das projeções, mas o ganho salarial médio desapontou: alta de 0,23% no mês, contra expectativa de 0,3%.

— Como costuma acontecer, o dólar subiu no boato e realizou no fato: ou seja, os investidores todos já esperam uma alta de juros nos EUA e, com o dado praticamente confirmando isso, venderam a moeda — afirmou Alexandre Espirito Santo, economista-chefe da Órama.

Aqui, influenciou a inflação abaixo do esperado. O IPCA recuou de 0,38% em janeiro para 0,33% no mês passado — o menor resultado para fevereiro desde 2000. Isso reforçou a expectativa de um corte maior de juros pelo Banco Central.

Na Bolsa, as principais pressões negativas vieram de Vale e Petrobras. As ações da Vale caíram 1,76% (ON, com voto, a R$ 29,65) e 2,29% (PNA, sem voto, a R$ 28,19). No caso da Petrobras, os papéis caíram 0,14% (ON, a R$ 14,79) e 1,31% (PN, a R$ 14,31). (Rennan Setti)

Conteudo originalmente postado no Portal :

Deixe uma resposta