Noticias

País perdeu 40,8 mil vagas em janeiro, diz o Estadão

Dados do Caged mostram que o pior setor foi o comércio, enquanto a indústria de transformação foi destaque, com 17,5 mil contratações

O Brasil perdeu 40.864 vagas formais de emprego em janeiro deste ano. Apesar do resultado negativo, o ritmo de demissões diminuiu em relação aos últimos dois anos. Desde abril do ano passado, o ritmo de fechamento de postos de trabalho vem sendo menos intenso na comparação com o mesmo mês do ano anterior, mas a tendência de demissões ainda não se inverteu. O emprego industrial registrou, pela primeira vez desde janeiro de 2015, saldo positivo de mais de 10 mil vagas.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, o saldo de janeiro é resultado de 1.225.262 contratações e de 1.266.126 demissões de trabalhadores. Em janeiro de 2016, o resultado havia sido pior: 99.694 postos foram fechados. Em janeiro de 2015, foram 81.774 vagas perdidas.

Deixe uma resposta