Noticias

Mercado prevê taxa básica de juros em 9,25% este ano, diz o Estadão

Economistas do mercado financeiro já projetam para o fim de 2017 juros de 9,25% ao ano no Brasil. Caso a estimativa se concretize, significa um recuo de 3 pontos porcentuais na taxa básica de juros da economia ao fim das seis reuniões que o Comitê de Política Monetária (Copom) ainda realizará de abril a dezembro para discutir a Selic, atualmente em 12,25%.

O Relatório de Mercado Focus, divulgado ontem pelo Banco Central, projetou que o índice oficial da inflação – medido pelo IPCA – chegará ao fim do ano em 4,36%. O boletim semanal é uma compilação feita pelo BC com projeções de mais de cem instituições financeiras. No anterior, a previsão para a inflação era de 4,43%. As apostas para o IPCA tem caído continuamente, o que indica que a inflação em 2017 tende a ficar abaixo do centro da meta do governo, de 4,5%. Há margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual para cumprimento da meta (inflação entre 3% e 6%). Para 2018, os economistas esperam um IPCA de 4,5%.

Até a semana encerrada em 17 de fevereiro, os profissionais que alimentam de dados o relatório Focus projetavam que os juros terminariam 2017 em 9,50% ao ano. Na semana passada, porém, o BC anunciou o corte de 13% para 12,25% da Selic e, ao mesmo tempo, deixou aberta a possibilidade de acelerar a redução da taxa, considerando a inflação e o nível de atividade.

Para o mercado financeiro, a Selic poderá atingir patamares menores este ano justamente porque a inflação está mais controlada e a economia segue fraca. No caso de 2018, a perspectiva contida no Focus é de Selic a 9%nofimdoano.Aatadaúltima reunião do Copom, que será divulgada hoje, deve trazer informações que darão um norte sobre a velocidade de queda dos juros, segundo economistas ouvidos pelo Projeções Broadcast.

Deixe uma resposta