Noticias

Manifesto defende candidatura de Lula, diz o Valor

Intelectuais, artistas, integrantes de movimentos sociais e simpatizantes do PT lançaram ontem um manifesto em defesa da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência em 2018. Entre os signatários estão o cantores Chico Buarque, Martinho da Vila e Beth Carvalho, o líder do MST João Pedro Stédile, o jurista Fábio Konder Comparato, o teólogo Leonardo Boff, o antropólogo Otávio Velho, o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, o cientista político Emir Sader e as atrizes Marieta Severo, Dira Paes e Tássia Camargo. A partir de segunda-feira, o documento será aberto para a captação de assinaturas em apoio ao lançamento de Lula.

Alvo de cinco ações penais, sendo quatro desdobramentos da Operação Lava-Jato e outra da Zelotes, o ex-presidente lidera as pesquisas de intenção de voto para 2018. Apoiadores de Lula temem a condenação do ex-presidente em segunda instância, de forma a inviabilizar sua candidatura.

No manifesto chamado “Carta das (os) brasileiras (os)”, o grupo pede ao ex-presidente que se candidate novamente. “É o compromisso com o Estado democrático de direito, com a defesa da soberania brasileira e de todos os direitos já conquistados pelo povo desse país, que nos faz, através desse documento, solicitar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que considere a possibilidade de, desde já, lançar a sua candidatura à Presidência no próximo ano”. Ontem, o manifesto tinha a assinatura de 442 pessoas.

Ao justificar o pedido, o grupo defende os dois mandatos de Lula e afirma que ainda é preciso fazer a inclusão social de uma parcela significativa da sociedade. O manifesto cita também a defesa da “soberania” nacional sobre o pré-sal e diz que o país precisa “voltar a ter um papel ativo no cenário internacional”.

Deixe uma resposta