Noticias

Doria quer parceria com Minha Casa, Minha Vida para reformar abrigos para moradores de rua, diz nota no Painel da Folha

Jogo casado 

O governo federal estuda fazer uma adaptação no Minha Casa, Minha Vida para impulsionar um dos próximos carros-chefes da gestão de João Doria em São Paulo. O prefeito pediu ao também tucano Bruno Araújo, ministro das Cidades, que avalie a possibilidade de investir recursos do programa na reforma de cortiços e de abrigos para moradores de rua. Técnicos da pasta, que veem a ideia com bons olhos, agora estudam se há necessidade de mudar a legislação para atender o pleito.

Onipresença Apesar de não ter participação direta do governo paulista, a equipe de Geraldo Alckmin também acompanha as tratativas.

Troco Alckmin, que trabalha por projeção nacional para se cacifar como candidato à Presidência em 2018, tem conversado também com o governo do DF sobre o empréstimo de bombas de combate à seca, já compartilhadas com Estados do Nordeste.

Aqui se paga Alckmin usará o empréstimo do equipamento à Paraíba para fazer um giro pelo Estado. Cidades que sofrem com a seca, como Campina Grande, estão no roteiro do governador tucano. Ele já visitou Pernambuco com o mesmo pretexto.

Escudo Em meio a pedidos de selfies na primeira noite de desfiles, na sexta-feira (24), João Doria foi provocado pela coluna sobre a possibilidade de disputar a Presidência em 2018. “Não embarco nessa”, respondeu.

Esse cara não sou eu Em seguida, emendou: “Meu candidato a presidente está ali, ó”, disse, apontando para Alckmin, padrinho político.

Barriga vazia Até secretários de Doria admitiam que o corte de gastos com o camarote da prefeitura no Anhembi “tirou o brilho do Carnaval”. “Mas, infelizmente, era necessário”, lamentava um auxiliar próximo do prefeito.

Sem cinzas Já na noite de quarta-feira (1º), João Doria vai receber sindicalistas para discutir o desemprego na cidade. O clima, apesar da data, não deve ser de festa.

Deixe uma resposta