Noticias

‘Presidente Temer é muito mal informado’ é o título da entrevista do vice-presidente da Câmara para coluna do Estadão

O novo vice-presidente da Câmara, deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG) é um ponto fora da curva para um governo acostumado com maioria. Embora do mesmo partido, Fabinho, como é chamado pelos colegas, atua de forma independente e não poupa críticas ao núcleo político de Michel Temer. “Eles tratam a gente muito mal”, diz. “O presidente Temer é muito mal informado do que acontece na Câmara”, continua. Coordenador da bancada do PMDB de MG, ele cobra um mineiro na Esplanada. “Minas nunca ficou fora. É a primeira vez desde o Império”.

Interino
Vou fazer o trabalho que tem que fazer. Estudar o regimento e usar o corpo técnico. Não tem dificuldade. A Câmara tem um corpo técnico muito bom, uns dos melhores que conheço para dar segurança.

Novo Waldir Maranhão Somos pessoas diferentes, de regiões e pensamentos diferentes. Não quero ser comparado. Não se constrói nada em cima do erro.

Reivindicações

A bancada sugeriu Rodrigo Pacheco para o Ministério da Justiça e entregou a Michel Temer uma lista de projetos para Minas.

Indicação

Ministro da Justiça é muito ligada ao presidente. Não vamos entrar em atrito, apesar de querer ministério. Minas Gerais nunca ficou fora do Planalto. É a primeira vez desde o Império.

Rejeitados

A gente se sente preterido. E eu coloquei bem essa questão para o presidente e deixei claro que Minas não quer nenhuma recriação de ministério. Se for para criar, a gente não aceita.

Reforma

A bancada mineira do PMDB quer um ministério do tamanho do nosso estado. Pode ser até mais de um. Se for fazer uma reforma ministerial ou aparecer algum problema no percurso, ele tem um compromisso de nomear um mineiro.

Pecado

O Michel é muito bem intencionado, um grande articulador político, mas pecou em colocar ministros que não conversam e ouvem o Parlamento no quarto andar. Conversar com líder não é ouvir o Parlamento.

Conselho

Se me perguntar que conselho eu daria ao Michel, diria que ele precisa abrir o diálogo com as bancadas de cada Estado para que possa ter mais vitórias na Casa.

Palácio

O quarto andar do Planalto peca demais. O (Eliseu) Padilha, o (Antonio) Imbasshay não têm humildade para receber um parlamentar como deve ser. O articulador político tem que ouvir deputados e senadores.

Destrato

Para se ter uma ideia eu nem vou ao quarto andar do Palácio. Eles tratam a gente muito mal. Evito ir lá. O presidente não, Michel é muito educado. Mas eu queria que ele tivesse uma equipe melhor no quarto andar.

Desinformado

O presidente Temer é muito mal informado do que acontece na Câmara, tanto que não sabia que eu ia ser eleito vice-presidente. Também não sabia da vitória da Mariana e do JHC. Só tem informação quem escuta.

Vitórias

O governo tem ganhado em aprovações em questões que o Congresso quer acertar. O mérito é do Michel e dos parlamentares. Padilha e Geddel (Vieira Lima) têm influência zero.

Reformas

Não adianta você mandar o pacote para o Congresso e achar que vamos votar. Precisa de comunicação e o governo falha nisso. É preciso melhorar a comunicação para mostrar a real situação do País e mostrar que as reformas são um remédio amargo necessário.

Dívida dos Estados

A negociação da dívida de Minas Gerais não pode ser igual a do Rio de Janeiro. Não abrimos mão da Cemig e não aceitamos que entre no pacote de negociação.

Galinhada

O dia que tiver vontade de levar comida do meu Estado para servir aos deputados vou fazer com muito prazer. Minas tem uma gastronomia excelente e qualquer lugar que a gente puder divulgar é bom.

Deixe uma resposta