Noticias

Temer diz que Cármen Lúcia acertou ao homologar delações da Odebrecht é o título de matéria na Folha

O presidente Michel Temer (PMDB) afirmou nesta segunda-feira (30) que a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), acertou ao homologar as delações de executivos da Odebrecht na operação Lava Jato.

A decisão da magistrada foi recebida com alívio no Planalto, já que o sigilo dos depoimentos não será levantado neste momento.

“A ministra já tinha pré-anunciado que muito possivelmente hoje ou amanhã faria a homologação. Fez o que deveria fazer e, nesse sentido, fez corretamente”, disse o peemedebista, em visita a Pernambuco.

O presidente não fez qualquer menção à indicação de um novo ministro para substituir Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF que morreu em queda de avião no último dia 19.

Temer inaugurou a terceira estação (EBV-3) de bombeamento do Eixo Leste do Projeto de Integração do São Francisco. O equipamento, que recebeu um investimento de R$ 87 milhões, levará água até outra estação, no município de Custódia (PE), percorrendo 97 km dos 217 km de todo o canal e abastecendo três reservatórios.

A promessa é de que, a partir de agora, mais de 30 mil moradores de Floresta tenham acesso à água do São Francisco. Em março, o fornecimento deve chegar às cidades paraibanas de Monteiro e Campina Grande.

Acompanhado de deputados, senadores e ministros nordestinos, além do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), Temer discursou para uma plateia restrita a operários e engenheiros que trabalharam na obra. O local isolado blindou, mais uma vez, o presidente de manifestações.

PRESIDENTE NORDESTINO

Michel Temer voltou a dizer que “embora paulista, espera ser considerado um dos melhores presidentes nordestinos que o Brasil já teve”.

“Eu digo isso com muita alegria, porque eu sei o quanto essa região foi sofrida ao longo do tempo. Basta ler os romances de autores nordestinos”, disse.

Sem citar os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Lula e Dilma Rousseff (ambos do PT), Temer destacou o empenho dos antecessores na implementação da transposição do São Francisco. “Aqui no Brasil, quando você entrega uma obra, esquece quem começou. Quero render homenagens aos governos anteriores que tiveram a ideia, há 15 anos, de fazer a transposição do Rio São Francisco”.

A transposição do São Francisco, que tinha previsão de entrega para 2016, agora é esperada para este ano. A previsão é que o investimento de R$ 9,6 bilhões –mais que o dobro do valor inicial previsto– beneficie 12 milhões de pessoas de 390 cidades em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A região enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos.

RAMAL

O ministro Hélder Barbalho, da Integração Nacional, assinou duas ordens de serviço para a implantação do Ramal do Agreste. O sistema levará água da transposição para mais 72 cidades do agreste de Pernambuco e da Paraíba, que atualmente estão em colapso hídrico.

Ao todo são R$ 40,4 milhões para os projetos executivos e complementares, que devem ser concluídos em três meses. Outra parte do recurso custeará 17 programas ambientais do empreendimento.

Previsto inicialmente para ser entregue em 2014, o Ramal do Agreste está orçado em R$ 1,2 bilhão. O novo cronograma prevê que a obra esteja concluída em 2020.

A região metropolitana de Fortaleza deve receber as águas do São Francisco em setembro. Segundo o Ministério da Integração Nacional, as obras do canal já atingiram 93,4% de conclusão.

Deixe uma resposta