Análises

Governo consegue aprovar reforma trabalhista

Governo consegue aprovar reforma trabalhista

O governo conseguiu, pelo menos por ora, conter os movimentos de Rodrigo Maia para suceder Michel Temer e deu passos importantes para vencer a primeira batalha da denúncia de Rodrigo Janot. Demonstrou força ao aprovar a reforma trabalhista no Senado e blindou Temer na CCJ da Câmara. Outro ponto a favor de Michel Temer foi a decisão do PMDB, partido do presidente, de fechar questão a favor do presidente.

Apesar de um relatório consistente e desfavorável de Sérgio Zveiter, a tropa de choque palaciana atuou forte na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara para inverter uma derrota que se desenhava. Agora o governo poderá ter entre 39 3 41 votos contra o parecer de Sérgio Zveiter, que autorizou a abertura da investigação.

O governo pressiona Rodrigo Maia para encerrar a primeira denúncia em plenário já na próxima sexta-feira (14-07), o que parece improvável. Nesta quarta-feira (12-07) começam as 11 hs os debates na CCJ. Eles deverão consumir mais de 40 horas de discussão já que todos 132 integrantes da CCJ (suplentes e titulares) terão voz por 15 minutos cada. Outro 40 deputados não membros (20 governo e 20 oposição) discursarão por 10 minutos cada.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório