Análises

Indicação de ministro por PMDB do Senado deve ajudar a aprovar reformas

Indicação Marcos Vinicius Coelho por PMDB do Senado ajudar aprovar reformas

O presidente Michel Temer prometeu fazer seu lance mais ousado na lista de concessões políticas na tentativa de aprovar as reformas trabalhista e previdenciária. Segundo fontes da Equilibre, Temer admitiu demitir o atual ministro da Justiça, Osmar Serraglio.

O deputado está há pouco tempo no cargo (3 meses) e está bastante desgastado com o episódio da operação “Carne Fraca” e a crise indígena. Seu substituto deve ser o ex-presidente da OAB nacional, Marcos Vinicius Coelho. O nome, de acordo com as informações obtidas, será uma indicação do PMDB do Senado para agregar o líder do PMDB, Renan Calheiros.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório